Olá Lisboa!



Lisboa vista da minha nova casa.
Esta luz de fim de tarde sabe-me bem.
Inspira-me.
Expira-me.
Na vizinhança ouve-se jazz (ao vivo numa casa com a janela sempre aberta). Ouve-se também fado, não fosse este um bairro típico do centro de Lisboa. E ouve-se ópera saída duma casa num prédio remodelado. Da janela da cozinha vejo gatos, muitos. E uma família indiana com duas crianças que fazem sempre questão de me acenar. Da janela da sala vejo a torre duma igreja e árvores, muitas, cheias de pássaros. Aqui, entre a Pena e os Anjos, sinto-me em casa.
E sinto-me bem.

4 comentários:

Ana Pena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Pena disse...

:) Parece ser um sítio muito agradável. Um dia fui a pé desde a Av.Roma até St.Apolónia e passei pelos Anjos e pela Penha de França e gostei bastante. Respira-se o espírito bairrista e deliciamo-nos com cenas bonitas na sua simplicidade e candura, como a das crianças a acenarem-te. Um dia também quero dar o salto para fora de casa e morar num sítio assim:)

bipa disse...

Que bom!! *

Rute disse...

=) Acordar e ir a janela deve ser uma boa maneira de começares o dia! Que vista linda! =)